Telhas ecológicas!

Com as constantes mudanças climáticas e o aumento crescente do consumo e da poluição, tornou-se necessário adotar medidas preventivas para diminuir o impacto de nossas ações no meio ambiente. O “Alô,Terra?” apóia e incentiva empresas que oferecem produtos de qualidade e preocupados com a sustentabilidade! Este é o caso da Onduline que, desde 1950, fabrica telhas ecologicamente corretas, leves, resistentes e de prática instalação!

Presente em mais de 100 países, a Onduline é uma opção econômica para sua construção, além de oferecer o compromisso com um futuro mais responsável, investindo em pesquisas e desenvolvimento, a fim de contribuir com o respeito ao meio ambiente. Suas fábricas foram equipadas com sistemas de tratamento de gases residuais e não descartam nenhum líquido!

ImgHome04

Toda água utilizada na produção é reaproveitada e o consumo de energia é minimizado. Além disso, a Onduline ainda recicla 200.000 toneladas de fibras de celulose todos os anos! A preocupação com o planeta ocorre em todas as etapas!

No Brasil, a Onduline é pioneira no respeito ao meio ambiente, utilizando em sua fórmula fibras vegetais e livres de amianto. O descarte das telhas pode ser feita em aterros sanitários ou industriais sem oferecer perigo algum ao meio ambiente, pois não agridem e não necessitam de cuidados especiais para seu descarte.

Toda esse compromisso ambiental garantiu a Onduline o Selo Ecológico Falcão Bauer, em setembro de 2011. Esta certificação é oferecia às empresas que passam por testes e inspeções in loco, com avaliação do processo de fabricação, do ciclo de vida do produto, ensaios e coletas de dados. A obtenção deste selo atesta que as telhas atendem aos critérios de desempenho ambiental e provêm de matéria-prima reciclada.

Entenda o processo de fabricação:

ImgEmpresaTecnologiaCont2

A Matéria-prima (aparas de papel) é analisada pelo tipo e a partir de amostras são feitos testes laboratoriais para garantir a qualidade do produto final. Em seguida, é realizada uma mistura exata de diferentes tipos para obtenção da polpa mecânica de celulose homogênea e com o mix ideal de fibras. Os resíduos recicláveis classificados e aprovados são levados a um grande misturador e dissolvidos com água quente. As fibras de celulose são centrifugadas para extrair as impurezas e o excesso de água, que é reutilizada em circuito fechado.

ImgEmpresaTecnologiaCont1

Em seguida o material segue para a mesa, onde toda a água é retirada e recuperada, seguindo somente as fibras vegetais para receber a resina e os pigmentos que darão cor às telhas. Neste ponto a manta é ondulada e segue para o secador. Então, a telha já colorida é cortada no tamanho final e depois segue para a etapa seguinte na qual utilizamos outro resíduo industrial: o betume.

Um subproduto do refino do petróleo, o asfalto, passa por um controle de qualidade e segue para a impregnação na telha. O asfalto impregnado confere à telha três características importantes: impermeabilidade permanente, resistência e isolamento acústico.

Por fim, depois do produto pronto, realizamos um último teste, o de resistência mecânica. O resultado é a uniformidade, rigidez e a qualidade garantida em todo processo.

 

Para saber mais sobre a empresa, acesse: http://www.onduline.com.br/

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *